sexta-feira, 22 de outubro de 2010

para Alysson...

eu vejo em seus olhos a doçura em teu ser
eu vejo em seu corpo, o movimento sempre premeditado
você, pensa e pensa muito antes de agir
mas, mesmo assim
consigo ver dentro de ti, meu anjo
o amor que podes dar
a ternura que queres compartilhar
és pura esperança em tempos de cóleras
és música em meus ouvidos
o companheiro de minha agonia
estás sempre por perto anjo,
sempre a cuidar de mim
sempre a zelar por mim
eu me perco anjo dentro da doçura de teu sorriso
dentro deste penetrante olhar de curiosidade
a curiosidade de um anjo para entender uma sucubus
para me entender
não sei te definir anjo, és de tudo perfeição
és o afeto que procuro
o amor inanimado
um sonho primaveril
uma nota na canção
a rima de um verso
és o amigo fiel
a doçura de um amor
o cheiro da terra quando chove no verão
ao ficar longe de ti
sinto-me incompleta
és de tudo parte de mim
o amigo, escudeiro, o fiel de meu segredo
a parte de mim que não veio
és tu anjo
és Alysson...

Nenhum comentário:

Postar um comentário