quinta-feira, 14 de outubro de 2010

this is me

eu acordo em um lugar diferente, onde sou aceita pelo que sou e nao pelo que represento, isso me agrada tanto, me deixa tão sonhadora; e eu olho para o lado, eu vejo amigos; eu vejo voce; eu vejo a mim refletida em todos eu quero muito isso; eu preciso disso! mas frases vulgares vem em minha mente rondando algo que não quero ser, algo que você impôs a mim! eu erro, mas quem nunca errou e eu sonho com o dia em que meus erros nao machucarão ninguém; o dia em que eu não serei a culpa de nada em ninguém...
eu estou viva? o que é isso penso nos outros antes de mim; posso ser eu? me deixe ser eu...
por que eu ando por caminhos obscuros onde me perco sem fim; por onde você nunca está, por onde ninguém poderá me ajudar... e eu rezo para qualquer um que escutar minhas preces, que me dê descanço que me leve daqui e que me dê a paz que eu não encontrei ainda; eu olho para o céu na esperança de ser atendida, mas eles não me escutam, eles não respondem, o que faço? como posso ser feliz num mundo tão cheio de desgraças, num mundo tão decadente; eu quero paz! eu quero um amor pra vida toda... eu quero um conforto, eu quero seu consolo; eu quero minha paz merecida...
entao dê-me um gole de cicuta, e livre-me da dor de sofrer por algo que desconheço; mas mesmo assim tão na fossa eu me enchergo, eu sou maior que isso, eu posso superar, mas meu mundo ainda não me superou...
mas eu me amo, de um jeito torto, mas amo... e de hoje em diante minha vida será assim eu grito eu corro eu choro, mas eu vou viver...

Nenhum comentário:

Postar um comentário