quinta-feira, 30 de junho de 2011

Os porque...

(peguei essa imagem de um orkut, de uma pessoa que escreve super bem e que já havia recomendado antes o filhote de leão, ou como está no orkut - Iago Dino Barros)




Por que? Por que a mim? Como assim eu?
De tantas, escolheste a mim
Poderias ter todas,
Poderias ter qual quisesse
Mas escolhestes a mim
A cheia de defeitos, a impossível de domar
A que tem um coração velho e cansado
A que desaprendeu a amar...
E o que é isto? Por que me importo com você?
Por que me permito pesar ao lembrar de ti?
Sim, eu sei as respostas, mas ignoro respondê-las 
Por que?
Por que me conquistastes, por que sem razão nenhuma já te amo...
Por que de modo algum posso voltar atrás
E fazer de teus olhos minha fuga
Pois foram eles minha morada 
De teus beijos meu refúgio
De teus toques meu alivio 
De você uma razão
De nosso amor
Meu existencialismo...
Ou melhor meu existencial...

domingo, 26 de junho de 2011

Essa é pra você...





Se amor matasse, de ti já estaria morta...
Se saudade fosse ruim, nostalgia num seria uma palavra tão bela...
Se seus lábios fossem veneno, ah sim eu morreria provando
Oh, como não? São doce, suaves, delicados como teus carinhos
vívidos como nossa ânsia; pecaminosos como nossos pensamentos
Sim, pensamentos; aqueles que nos traí, aqueles que nos atormentam
Mas, claro aqueles que nos fazem fortes e decididos de que podemos,
Sim e como não, podemos mudar nosso futuro incerto,
Que esse "amor de inverno" chegue a verões, chegue a primaveras
Que dure anos, ou uma vida inteira...
E como disse o Poeta "que seja eterno enquanto dure, posto que é chama..."

quarta-feira, 22 de junho de 2011

Meu

Ainda não pude sentir o calor de teus beijos,
o que não significa que não sonhe com eles...
Mas um dia quem sabe, numa praça ou lago...
Chegue enfim...
O ato final de nossos destinos...
de nossos amores...
de mim pra você, de você para mim...
O mais doce beijo
Do mais puro desejo, da sina do mundo
Do futuro da vida...
Do meu destino laçado ao seu...

segunda-feira, 20 de junho de 2011

Nosso encontro

Você é como a luz da lua que ilumina o céu;
És como a brisa que sopra em meu rosto
trazendo consigo o gosto...
Que és em definitivo, que não minha vida, meu mundo
minha inspiração, meu novo motivo de escrever...
A melodia linda que sonorizada em minha mente,
o cheiro de verão, ah sim, do verão mais doce que já tive
Da pureza mais linda do mundo
O verão que não nos tocamos, não nos beijamos
Mas, sim, aquele verão que me deixou marcas
o que te trouxe para mim, e o que te levou embora ao seu final
Mas que hoje tenho certeza de que foi melhor assim
Por que enfim hoje meu amado, nosso amor é forte
Maduro, e singelo como deveria ser desde seu inicio...
Por que hoje o nosso re-encontro será mais vívido
Mais belo, mais forte...
Será o primeiro dia de nosso futuro...
TE AMO... 

domingo, 19 de junho de 2011

amor

amor
 meu corpo de teu corpo sente a falta
 teus toques me viciam e sinto falta
 teu olhar me corrompe, me deixa em luxúria
 seus labios de desejo morre minha alma
 fecho os olhos eh seu cheiro que me vem
 abro eles eh tua brisa que me toca
 respiro fundo e sinto tua presença
 bem aki
 bem ao meu lado
 te amo

Quero perder-me em você

Eu queria me perder nos verde deste caminho que é a vista
Eu gostaria de realmente me perder, mas talvez seja melhor me perder
nos castanhos de teus olhos
Ou na doçura de teus lábios que hei de experimentar um dia
Sim, como posso esquecer-me de teu aroma tão particular 
Tão intimo e convidativo
Tão cativo de si
Oh, tão homem pra mim,
Despertas em mim a mais pura luxúria
A quimera, o fogo eterno das paixões
O êxtase do amor...
E é de tudo meu Deus, meu Homem meu tudo...
Vontade e principio...
Meu meio e meu fim...  

quarta-feira, 15 de junho de 2011

Que nossas vidas seja cheia...

Que nossas vidas sejam cheias,
cheias dessas coisas que tanto sonhamos...
Das que tanto queremos...
pelas quais sempre sofremos...
Que seja marcada pela gentileza...
Movida ela coragem 
Induzida pelo equilibro 
Guiada pela sabedoria
Tomada pelo respeito,
Simples pela autenticidade...
Curtida pela alegria...
E enfim gozada pela paixão

domingo, 5 de junho de 2011

Minha Dor...

Sigo meu caminho a procura de um destino
sigo por montes altos e tenebrosos ...
Me perguntando se é real esse espaço vazio em meu peito;
se é normal doer tanto assim,
Sua ausência, sua não presença aqui bem perto de mim...
Ai; meu peito agora doi, sim ele doi
pensei em você, idealizei sua fragrância seu toque...
Não! tenho que parar, não posso pensar em você
não assim, não dessa forma...
Mas não consigo, és minha kriptonita és meu bem meu mal...
Por que não pode ser diferente? Por que não podes ser meu
Assim como já pertenço à você, me amas?
Sim, dizes que sim, será o suficiente? sim espero que sim...
Que nossa distancia, que nossa história, que nosso destino seja...
Que seja uno visto que quero ser uma só unida a ti...
Mas, mesmo com tanta dor, eu penso em ti, sempre penso um pouco mais em ti!
E sim, essa dor em mim é sua, sempre vai ser
Até o dia que aconteça nosso re-encontro...
Te Amo!

Farras com amigos (de vez em quando fotos valem mais que palavras para expressar a amizade)!

 
 
 

quinta-feira, 2 de junho de 2011

Meu anjo querido!

Você me veio como um anjo, tão doce, tão cálido...
Veio tão rápido e por um tempo pensei que tinha ido pra nunca mais...
pensei que jamais, que nunca nos veríamos ou nos falaríamos novamente...
Mas você veio, não da forma que eu gostaria, mas de uma forma lenta e delicada...
sim, mas depois...  ... aos poucos você foi vindo de verdade...
Suas ligações me deixando cada vez mais presa em você!
Mas presa em sua doce voz, você me achou num período de carência;
eu estava frágil, magoada, triste e você me tirou de tudo isto!
Como? Como pode ser tão doce e bom comigo?
Por que não te tive a tanto tempo atrás como desejei?
Mas agora não importa, nada importa hoje
Te tenho, sim e você me tem...
Te amo!