sexta-feira, 1 de julho de 2011

Meu anjo Amigo...

Quando estamos longe um do outro é que me vem o estalo;
É quando me vejo sem rumo, que eu percebo e paro...
Que amigo como você é um caso lindo e raro;
Já fui tão cruel, tão vil 
E em momento algum partiste ou desistisse de mim...
Amigos, sim mas mais que isso
Almas gêmeas destinadas a rumar juntas, pelo bem de ambos 
Um sendo o amparo do outro,
Um guia o outro... Sim Amigos, irmãos
Ou como queira chamar... Mas você é meu anjo amigo
Meu fiel de segredo, meu baú encantado,
Meu biscoito da sorte (sempre com mensagens lindas)
Sempre com um carão pra me dar quando algo dá errado...
Mas sempre me dando o ombro quando mais preciso!
E é por isso que não tenho vergonha de dizer...
EU TE AMO (nunca deixaria de dizer isso a um amigo de verdade)
E no momento você é o único, que o tempo não mudou
Que o tempo não levou...
Tenho novos amigos, uns até de verdade como minha "V" 
Mas só você é capaz de me tirar do sério e depois disso me fazer rir...
Seu bobo, estou rindo com você agora, não, melhor por você!

Nenhum comentário:

Postar um comentário