quinta-feira, 29 de novembro de 2012

Tu

E de tanto me perder em teus suspiros me achei em tua cama;
Embebecida por tua enebriante forma de beijar...
De me amar, de amar meu corpo, de me fazer chegar ao ápice...
De me fazer desejar-te cada dia, hora, minuto segundo...
Quando tocas minha pele nua, sinto teu toque como quem sente a alma;
Sinto teus dedos deslisando em minha pele como que excita uma cobra...
Sonho com a noite em que me tocarás por inteira...

Nenhum comentário:

Postar um comentário