sexta-feira, 21 de junho de 2013

Bree



Eu perdi muito tempo olhando para trás, pensando num porquê, num pra quê... Mas nada me deixava chegar em uma conclusão, numa saída, ao menos uma resposta...
Me sentia nua o tempo todo, sem um mote, sem um rumo, e nem ao menos me despertei sobre a existência desse vazio em mim, não foi só a ausência que ele causou em mim, ou o buraco que ficou quando partiu, não não isso é diferente, algo mais específico, mais complexo talvez por isso mais doloroso...
A ultima vez que senti todo esse turbilhão de sentimentos, eu era pequena, eu não entendia, apenas me isolava, achava que se sentir estranha e não pertencente a algo era completamente normal, comecei a escrever diários... Comecei a me entorpecer de mim, me tornei a droga mais viciante pra mim mesma, mas isto não era amor próprio, isto era vazio, era o eco de uma vida inexistente de amor tanto pelos outros do que o meu próprio...
Eu tenho 25 anos, eu estou sozinha, mas minha vida não será mais assim... Hoje eu vou sair para caçar aventuras, hoje vou desvendar mistérios... Vou conhecer alguém, vou mudar meu destino, abandonarei minha identidade antiga, a Breenne White ficou para trás, hoje serei apenas Bree...
Me acompanhe quem quiser, pois a partir de agora minha vida vai fazer história...


Bree

By Hannah Mota (de inicio será apenas um conto vamos ver no que vai dar essa história)

Nenhum comentário:

Postar um comentário