quinta-feira, 18 de julho de 2013

Promessa


Prometi a meu coração uma pausa, um descanso um sossego...
Mas o que posso dizer desse desassossego em que o enviei
Das dores que o afligi, das lágrimas derramadas, dos sentimentos não pagos!
Sim! Daqueles não recíprocos, das noites que pensei em ti, mas que não pensasses em mim...
Dos pesares que carreguei por te amar...
Sofri mais do que fui amada, amei mais do que podia...
E paguei o preço alto, da via sacra que escolhi percorrer...